Comunicação

Pode-se afirmar que a comunicação em Cambira começou com o Serviço de Alto Falantes Marajoara, cuja história vem bem retratada abaixo pelo Wilson Baragatti. 
 
Wilson:
"O Serviço da Alto Falantes Marajoara, foi instalado em Cambira, por Anselmo José Ravalli, que havia deixado a Gerencia da Rádio Difusora Apucarana. Na festa de São José, em l9 de Março de 1954, êle levou o som para o corêto da Igreja, para animar a festa.
 Eu morava no sitio dos Mincachi, e fui ao patrimonio com meu Tio José Mincachi, que já conhecia o Anselmo, pois o studio era no Bar do Sapatini (depois do Alex-alemão). Falou com anselmo: "gostaria de ver meu sobrinho falando no microfone. O Anselmo: sabe ler? Então leia isso (dois textos comerciais). E disse: pode vir treinar no studio a partir de domingo, quando iniciei minha profissão. Em seguida, O Anselmo voltou para a Gerencia da rádio, e me vendeu o serviço de Alto Falante.
Quando me mudei de Cambira, no final de 1955, vendí ao Dionisio Consentino. Minha primeira apresentação em publico foi no cinema de Cambira (um show de "Nhô Quitério e o sanfoneiro Xanduzinho". Mudando de Cambira, para São Tomé (onde fui até vereador) instalei lá o serviço de Alto Falante." (por Wilson Baragatti).
A continuidade se deu com a construção da Matriz de Cambira, onde foi instalado um alto-falante no alto da torre, através do qual era apresentada a Hora do Angelus, em que se rezava a Ave Maria e se enviava uma mensagem ao povo. Nessa atividade atuou muito tempo Narciso Capeloto, posteriormente substituído pelo diácono Geraldo Casini. Servia e serve até hoje para o anúncio de falecimentos de pessoas da comunidade.
Outro meio de comunicação era o Jornal Correio do Lavrador, de Apucarana, onde por treze anos, sob patrocínio da CIDBEL, todo domingo era publicada a coluna CAMBIRA EM FOCO, sob responsabilidade de Narciso Capeloto, com notícias diversas e sociais da comunidade local.
Um meio de comunicação costumeiro é através de carros e motos equipados com som automotivo, para propagandas e avisos de interesse da população.
O avanço maior na comunicação deu-se através da instalação da Rádio Cidade Cambira FM, pelos srs. Sidney Bellini, Moacir Menosse, Paulo Rinaldo e Artur da Costa, e que sob a gerência de Luiz Pontes se tornou amplamente conhecida e do gosto popular.
 
 
 
Comments