História política

Na área política, Cambira foi representada na Câmara Municipal de Apucarana, sede do município, por dois grandes batalhadores: Geraldo Marcato e Júlio Sapatini. De acordo com os extratos da ata de proclamação dos eleitos, de 22/07/1951, Geraldo Marcato foi eleito com 171 votos pelo Partido Republicano (PR) e Júlio Sapatini foi eleito com 158 votos, pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), o primeiro feito de Geraldo Marcato foi a correspondência enviada ao Departamento dos Correios e Telégrafos solicitando a instalação de uma agência nesta cidade, em 1955, e logo em seguida enviou um telegrama ao Diretor do Departamento Nacional de Estradas de Ferro solicitando a construção de uma estação da estrada de ferro em Cambira, e o mesmo recebendo a resposta daquele órgão informando ter sido autorizada a obra.
 Através do Ofício nº 501/53, o Tenente Coronel Luiz dos Santos, Prefeito de Apucarana, solicitou empenho do vereador para conseguir a doação de uma área de terras destinada à construção do Cemitério de Cambira, terreno este que foi gentilmente cedido, na época, por Júlio Sapatini. Posteriormente, com a construção da BR-376, este cemitério foi desativado e os restos mortais transladados para o atual Cemitério de Cambira.
Um dos grandes incentivadores políticos na época (segundo informações obtidas junto ao Sr. Geraldo Marcato) foi Joaquim Ramalho, cujo nome real é Idalino Ramalho, genitor de tradicional família cambirense, que embora jamais tendo exercido cargo político algum, era o porta-voz e acompanhante de todos aqueles que precisassem recorrer ao Prefeito de Apucarana e consequentemente de Cambira, graças à sua amizade com o prefeito Cel. Luiz dos Santos, popular "Cel. Mamão" e com Jorge Amin Maia, prefeitos de Apucarana. Geraldo Marcado atuou como suplente por 60 dias em 1960, pelo PRT (Partido Republicano Trabalhista).
“A história política de Cambira seria bem diferente se não tivesse morrido o Lazinho. Ele era a mola propulsora do movimento que visava a criação de nosso município independente de Apucarana. Era ele que administrava com pulso firme a temida equipe de futebol do Cambira Esporte Clube. Era ele que comandava as reuniões políticas”. Este relato foi feito pelo Sr. Domingos Marezi, um dos pioneiros da cidade, mas em outubro de 1958 Lazinho foi assassinado, e a história política de Cambira modificada.
               O sr. Lázaro de Paula Rodrigues, popular Lazinho, consagrou-se ainda como o vereador mais votado de Apucarana, nas eleições de 1955, representando o Distrito de Cambira.
A existência do Município de Cambira também teria sido ameaçada se não fosse a perspicácia de um grande líder político na época. Criado através de projeto do Deputado Estadual Jorge Amin Maia, teve o projeto introduzido sorrateiramente em seu bojo uma emenda cuja redação, se aprovada, inviabilizaria a criação do município. 
Percebendo a manobra, o Deputado Estadual Padre Waldemiro Haneiko conseguiu a derrubada da emenda e pela Lei nº 4.338 de 25/01/1961, tivemos finalmente criado o município de Cambira, pelo Governador Moysés Lupion. A sua instalação deu-se em 22/10/1961, tendo sido empossado como primeiro Prefeito o Sr. Jordão Beleze, que disputou o cargo em memorável pleito com Antonio Gagine, farmacêutico no Bairro Sete de Maio. A primeira Câmara Municipal, empossada na mesma data, ficou constituída dos seguintes vereadores:
Eros Boscardin Torres (Presidente); Antônio de Souza Garcia; Cristino Franco; Domingos Carlos; João Alves Dias; Efigênio de Almeida Lima;  Henrique Laverde; Luiz Beleze e José Belini.
Por diversas ocasiões e longos períodos, e em virtude de problemas de saúde do sr. Domingos Carlos, assumiu o sr. Júlio Sapatini.
José Belini, posteriormente eleito pela Câmara como Vice-Prefeito, assumindo sua vaga o suplente Luiz Avanci, que concluiu o mandato..
O primeiro Secretário Administrativo da Câmara foi Oscar Andrade Ferreira e o primeiro projeto aprovado foi o Código Tributário Municipal.
O Município de Cambira teve como segundo Prefeito o Sr. Adelino de Mello Franco, empossado em 22/10/1965, juntamente com o seu Vice, Júlio Sapatini. 
Em 22/10/1969 foi empossado novamente como Prefeito o Sr. Jordão Beleze, com um mandato de três anos, tendo como Vice o Sr. Antônio de Souza Garcia.
Em 31/01/1973 tomou posse o Prefeito o Sr. Florindo Pícoli, tendo como Vice o Sr. Cabral Ribeiro Franco.
Em 31/01/77 tomou posse como Prefeito o Sr. José Alves Pereira, tendo como Vice o Sr. José Decíneo Cataneo (Binha).
Em 31/01/83 foi empossado Prefeito pela 2ª vez o Sr. Florindo Picoli, e na Vice o Sr. Cabral Ribeiro Franco.
Em 01/01/89 tomou posse como Prefeito o Sr. José Decínio Cataneo, tendo como Vice o Sr. Francisco Pereira.
Em 01/01/93 tomou posse como Prefeito o Sr. Sidney Bellini, tendo como Vice o Sr. Aparecido Hilário Evaristo.
Em 01/01/97 foi empossado Prefeito o Sr. Laércio Barriquelo, tendo como Vice o Sr. Paulo Rinaldo (Paulinho da Pak).
               Em 0l/01/2001 foi empossado Prefeito o Sr. Sidney Bellini, tendo como vice o Sr. Luís Carlos de Melo.
               Em 0l/01/2005 foi empossado Prefeito o Sr. José Decinio Cataneo, tendo como vice o Sr. João Perez Munhoz.
               Em 01/01/2009 foi empossada prefeita a Sra. Neusa Rodrigues Bellini, tendo como vice o sr. Antonio Raimundo Joani.

Comments